Os meus seguidores.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

4º, 5º e 6º das férias.

A noite estava calma. Entre um céu com nuvens cinzentas e um mar de águas verdes e extremamente limpas, corria uma brisa leve intercalada com algumas rajadas de NW bastante fracas. A maré, vazava há três horas. Da areia vislumbrava um espumeiro longínquo seguido de uma zona de calmaria. O fundo, esse, era um misto de pedra que formava uns caneiros e de areia. Um cenário que me encantou logo que cheguei à praia. A noite prometia se eles lá andassem, pensei.

Preparado o material inicio a actividade. Primeiro para Sul para um pesqueiro que me tem dado muitas alegrias. Desta vez sem resultados práticos. Uma hora depois, opto então experimentar a sorte mais a Norte. Em boa hora o fiz. Agora, com a coroa de areia mais ao meu alcance, coloco uma amostra “voadora” e em dois ou três lances sinto os primeiros safanões. O animal estava ferrado. Agora havia que trazê-lo, com calma, até mim. Pouco tempo depois estava aos meus pés. Prossigo a pesca e ferro no mesmo local mais dois exemplares com intervalos de tempo de cerca de dez minutos. Estes, ligeiramente maiores que o anterior, foram o culminar da noite. Agora, quase sem água no pesqueiro, era hora de voltar para casa. Da noite fica para recordar três Robalos com 1,2 Kg, 1,5 Kg e 1,6 Kg.
Fiquem bem!

10 comentários:

Matos disse...

Soeiro,

essa foto.... tem estilo hehehehe...

Isso mesmo não perdoes que eles este ano estão dificeis de roer ;)

Abr, Matos

Ninja Matrix disse...

Boas!

Ai está o resultado prático do velho ditado que te disse há uns dias atras! eheheh

Abraço

Kaywox disse...

"A noite estava calma. Entre um céu com nuvens cinzentas e um mar de águas verdes e extremamente limpas, corria uma brisa leve intercalada com algumas rajadas de NW bastante fracas. A maré, vazava há três horas. Da areia vislumbrava um espumeiro longínquo seguido de uma zona de calmaria. O fundo, esse, era um misto de pedra que formava uns caneiros e de areia. Um cenário que me encantou logo que cheguei à praia. A noite prometia se eles lá andassem, pensei."

lí 2 vezes o teu relato e ao fim de 4 vezes o mesmo paragrafo senti uma sensação de eco...porque que será? ou será que até ficas-te gago??

1 abraço e parabens pelas capturas... e lá diz o ditado...a 3ª é de vez.

1 abraço

Pedro Soeiro disse...

Matos, este estilo conheces tu bem. eheheheheh
Ainda conto apanhar mais alguns. É só eles colaborarem.
Abraço.

Pedro Soeiro disse...

Ó Ninja, ainda me sinto triste. São tão pequenos.eheheheh
Abraço.

Pedro Soeiro disse...

Zé, felizmente não estou gago e tu não ouviste o eco. Estavas era a ler em voz alta. Estás bem?! ehehehehe
Abraço.

Kaywox disse...

assim está melhor ;)

serrabulho disse...

boa amigo,há 13ª foi de vez!!!
ja congelaste os "meninos"??
é desta que vamos prova-los????
mas reperei numa coisa que o relato do acontecimento se torna diferente de quando nao apanhas nada,eheeh
bjs e força neles
PN

Pedro Soeiro disse...

Assim, sim. ehehehe
já não ouves vozes...
Abraço.

Pedro Soeiro disse...

Serrabulho, às vezes somos recompensados. Temos é que estar lá.
Estas iguarias não são para serem congeladas. Para isso temos os hipermercados. eheheheh
Abraço.