Os meus seguidores.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Porto Côvo!

Organizado pelo Oceano Ibérico (OI – www.oceanoiberico.com), realizou-se nos dias 28 e 29 de Maio em Porto Côvo um encontro de pesca de águas interiores e mar.
Considerando esta, uma das zonas mais bonitas do país e ainda por cima uma excelente zona de pesca, eu e o José Almeida (Kaywox) fizemo-nos à estrada e rumámos até ao litoral alentejano.
Após uma longa viagem, apenas com um interregno em Lisboa para fazermos um pouco de street fishing ao robalo, chegámos ao local combinado por volta das seis da manhã. Com encontro marcado entre todos os participantes, oriundos de quase todas as zonas do país, para as oito, aproveitámos as duas horinhas que nos restaram para dormir um bocadinho e para tirar algumas fotos da alvorada alentejana.

A manhã de Sábado foi preenchida com um concurso de pesca ao achigã na barragem de Morgavel. Embora pequenos, conseguiram-se enganar alguns peixitos que depois de fotografados foram prontamente devolvidos ao seu ambiente em perfeitas condições. Esta era uma condição imprescindível para se poder participar neste concurso. Qualquer equipa que não respeitasse esta regra seria prontamente desqualificada. Evidentemente, todas as equipas terminaram o concurso. Bom sinal.
Após o concurso dirigimo-nos até Porto Côvo onde almoçamos um excelente choco frito com arroz de tomate e uma bela feijoada de búzios. O resto do dia foi preenchido livremente por cada um, optando nós por dar uma volta pelas praias já que o tempo que se fazia sentir a isso convidava. À noite, depois de alojados na Herdade, um local calmo e com gentes simpáticas, jantámos no restaurante dessa mesma herdade. Posso adiantar que a caldeirada estava um luxo!
Domingo de manhã, o concurso de pesca realizou-se desta vez em água salgada. O objectivo primordial era a captura de robalos, embora fosse igualmente permitida a captura de outras espécies. Num cenário paradisíaco, as rochas ficaram cobertas de pescadores cheios de fé que lançavam e recolhiam insistentemente as suas amostras. Os robalos, esses, fintaram-nos e poucos conseguiram alcançar o seu troféu. Apesar de tudo, tivemos uma manhã fantástica de convívio e de pesca.
Após o almoço, era tempo de arrumar a trouxa e fazermo-nos de novo à estrada. Para trás ficava um excelente fim-de-semana, em locais bonitos com gentes afáveis e de boa camaradagem. Quando lá voltarei, não sei, pois a distância é grande e a despesa da viagem também. A saudade, essa, já me bate à porta. Restam-me as fotografias para minorar a mágoa. Com vocês, partilho algumas delas.


Fiquem bem!

4 comentários:

Kaywox disse...

grande fim de semana esse, a repetir num outro encontro ou simplesmente por auto recriação,porque sem duvidas que 2 dias souberam a muito pouco perante estas espectaculares pesqueiros..

Pedro Soeiro disse...

Isso mesmo. Temos que repetir e rapidamente. E tu sabes do que eu estou a falar. eheheheh
Abraço.

Ninja Matrix disse...

Ver o nenunco a dormir de boca aberta e a visão do inferno...lol

Abraço

Pedro Soeiro disse...

Tiveste sorte em ser fotografia. Devias ter visto o que o "man" ressona... xiiiiiiiiiiii
Abraço!